Teoria Literária II – 2018.1

CRONOGRAMA DO CURSO (PDF do programa).               

Semana 1 – 13 e 15 de março. Projeto do curso : Gêneros literários, gêneros sexuais (teoria de gênero). Teoria do génus. Genus, generis. Literatura, gênero, nascimento, família, raça. Leitura : Introdução ao Arquitexto, Gérard Genette.

Semana 2 – 20 e 22 de março. Modo e gênero. Continuação da leitura de Introdução ao arquitexto, Gérard Genette.

Semana 3 – 27 e 29 de março. Excurso : A poesia lírica revisitada. Leitura : «Que porra é essa – poesia? », Alberto Pucheu.

Semana 4 – 3 e 5 de abril. Poemas nada exemplares. Leitura : « Consideração do poema, Procura da poesia », Carlos Drummond de Andrade ; « O cão sem plumas », João Cabral de Melo Neto; « Musa », Sophia de Mello Breyner Andresen ; « O espião janta conosco », Leonardo Gandolfi ; « Uma mulher limpa », Angélica Freitas.

Semana 5 – 10 e 12 de abril. Génos x pólis. Leitura : Antígone, Sófocles.

Semana 6 – 17 e 19 de abril. Leitura : Resistência e estado. Leitura : A Antígona de Sófocles, Bertold Brecht.

Semana 7 – 24 e 26 de abril. Natureza e cultura. Leituras : « O universo simbólico » (O eu na teoria de Freud e na técnica psicanalítica), Jacques Lacan; « Natureza e cultura; O problema do incesto », Claude Lévi-Strauss.

Semana 8 – (1° de maio : Feriado). Aula em 3 de maio. A mulher como objeto de troca. Leitura : « O Tráfico de mulheres: notas sobre a ‘economia política’ do sexo », Gayle Rubin.

Semana 9 –8 e 10 de maio. Entrega do primeiro trabalho. A mulher como objeto de troca (continuação). Leituras : « O tráfico de mulheres : notas sobre a ‘economia política’ do sexo », Gayle Rubin ; « O arco e o cesto » (A sociedade contra o estado), Pierre Clastres.

Semana 10 -17 e 17 de maio. « Não se nasce mulher, torna-se mulher». Gênero e construção. Leituras : « Introdução, Destino » de O segundo sexo, Simone de Beauvoir .

Semana 11 –22 e 24 de maio. A performance do gênero. Leitura : « Da paródia à política « . Leitura sugerida : « Sujeitos do sexo/gênero/desejo » (Problemas de gênero), Judith Butler.

Semana 12 – 29 de maio (31 de maio : Feriado). A performance do gênero (continuação). Leitura : « Da paródia à política « . Leitura sugerida : « Sujeitos do sexo/gênero/desejo » (Problemas de gênero), Judith Butler.

Semana 13 – 5 e 7 de junho. Contra o sexo. Leitura : « O que é contrassexualidade?; Princípios da sociedade contrassexual. » (Manifesto contrassexual), Beatriz (Paul) Preciado.

Semana 14 – 12 e 14 de junho– Estado contra Raça. Leitura : « Ninguém: direito, racialidade e violência », Denize Ferreira da Silva.

Semana 15 – 19 e 21 de junho – Diadorim, uma personagem trans?. Leituras: « Minha neblina », Alexandre Nodari. Trechos de Grande Sertão : veredas, João Guimarães Rosa.

Semana 16 – 26 e 28 de junho – 26 de junho : Revisão; 28 de junho : Prova final.

 

BIBLIOGRAFIA

Andrade, Carlos Drummond de. Reunião. 10 livros de poesia. Rio de Janeiro : Livraria José Olympio Editora, 1977, 8a. edição.

Andresen, Sophia de Mello Breyner. Âreas, Vilma (seleção). Poemas escolhidos. São Paulo : Companhia das Letras, 2004.

Aristóteles. Poética. Trad. Ana Maria Valente. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, s/r, 3a edição.

Austin, J.L. “Performativos e constativos”. In: Quando dizer é fazer. Palavras e ação. Trad. Danilo Marcondes de Souza Filho. Porto Alegre”Artes médicas, 1990.

Beauvoir, Simone de. O segundo sexo, volume I; volume II. Trad. Sérgio Milliet. São Paulo : Difusão europeia do livro, 1967.

Blanchot, Maurice. A loucura do dia. Manuscrito.

Brecht, Bertold. « A Antígona de Sófocles ». Trad. Angelika E. Köhnke e Christine Roehrig. Teatro completo 10. Rio de Janeiro : Paz e Terra, 1993.

Butler, Judith. Antigone’s Claim. Kinship Between Life and Death. Nova York : Columbia University Press, 2000.

Butler, Judith. « Sujeitos do sexo/gênero/desejo ». In : Problemas de Gênero. Trad. Renato Aguiar. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2003.

Clastres, Pierre. A Fala sagrada. Mitos e cantos sagrados dos índios Guarani. Trad. Nícia Adan Bonatti. Campinas : Papirus, 1990.

Clastres, Pierre. A sociedade contra o Estado. Pesquisas de antropologia política. Trad. Theo Santiago.São Paulo : Cosac & Naif, 2003.

Clastres, Pierre. Arqueologia da violência. Pesquisas de antropologia política. Trad. Paulo Neves. São Paulo : Editor Cosac & Naify, 2004.

Davis, Angela. Mulher, raça e classe. Tradução livre. Pataforma Gueto, 2013.Genette, Gérard. Introdução ao arquitexto. Lisboa : Vega Gabinete de edições, s/d.

Derrida, Jacques. Geneses, Genealogies, Genres, and Genius. The Secrets of the Archive. Trad. Beverley Bie Brahic.  Nova York: Columbia University Press, 2003.

Derrida, Jacques. “La loi du genre”. In: Parages. Paris: Galilée, 1986-2003. [Tradução em inglês: The Law of Genre; Trad. em espanhol: La ley del genero].

Ducrot, Oswald e Todorov, Tzvetan. “Enunciação”. In: Dicionário enciclopédico de ciências da linguagem. Trad. Jacó Guinzburg et allii. São Paulo: Perspectiva.

Ducrot, Oswald e Todorov, Tzvetan. “Linguagem e ação”. In: Dicionário enciclopédico de ciências da linguagem. Trad. Jacó Guinzburg et allii. São Paulo: Perspectiva.

Ducrot, Oswald e Todorov, Tzvetan. “Referência”. In: Dicionário enciclopédico de ciências da linguagem. Trad. Jacó Guinzburg et allii. São Paulo: Perspectiva.

Freitas, Angélica. Um útero é do tamanho de um punho. São Paulo : CosacNaify, 2012.

Gandolfi, Leonardo. A morte de Tony Bennett. São Paulo : Lumme editor, 2010.

Glissant, Édouard. Introdução a uma poética da diversidade. Trad. Enilce do Carmo Albergaria Rocha. Juiz de Fota : Editora UFJF, 2005.

Glenadel, Paula. A fábrica do feminino. Rio de Janeiro : 7letras, 2008.

Haraway, Donna. « ‘Gênero’ para um dicionário marxista: a política sexual de uma palavra ». Cadernos Pagu (22), 2004.

Hölderlin, Friedrich. Observações sobre édipo e observações sobre antígona. Precedido de Jean Beaufret. Hölderlin e Sófocles. Trad. Pedro Sussekind, Anna Luiza Andrade, etc. Rio de Janeiro : Jorge Zahar Editor, 2008.

Irigaray, Luce. “Women on the Market“. In: This Sex which is Not One. Trad. Catherine Porter e Carolyn Burke. Nova York: Cornell University Press, 1985.

Lacan, Jacques. « O universo simbólico » . O seminário. Livro 2. O eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise. Trad. Maria Christine Lasnik Penot e Antonio Quinet. Rio de Janeiro : Jorge Zahar Editor, 1985.

Lévi-Strauss, Claude. As estruturas elementares do parentesco. Trad. Mariano Ferreira. Petrópolis: Vozes, 1982.

Lima, Tânia Stolze. “Por uma cartografia do poder e da diferença nas cosmopolíticas ameríndias.“. Revista de Antropologia, São Paulo, USP, 2011, v. 54, no. 2.

Melo Neto, João Cabral. Poesias completas (1940-1965). Rio de Janeiro : Livraria José Olympio Editora, 1975.

Nodari, Alexandre. « Minha neblina ». https://partessemumtodo.wordpress.com/2016/07/24/minha-neblina/

Platão. Trecho do livro III (Mimesis e diegesis). A república. Trad. Maria Helena da Rocha Pereira. 9a. Edição Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, s/d.

Preciado, Beatriz (Paul). Manifesto Contrassexual. Práticas subversivas de identidade sexual. Trad. Maria Paula Gurgel Ribeiro. São Paulo : n-1 edições, 2014.

Preciado, Paul. Feminismo não é humanismo. Trad. Charles Feitosa. Monstruosas.

Preciado, Paul. Meu corpo não existe.

Pucheu, Alberto. « Que porra é essa – poesia ? ». Eyben, Piero e Walace Rodrigues, Fabricia (orgs.) Cada vez o impossível. Derrida. Vinhedo : Editora Horizonte, 2015.

Rosa, João Guimarães. Grande Sertão: Veredas. Ficção completa em dois volumes (volume II). Rio de Janeiro : editora Nova Aguilar, 1994.

Rosenfield, Kathryn. Sófocles e Antígona. Rio de Janeiro: Jorge Zahar editor. 2002.

Schlegel, Friedrich. Conversa sobre a poesia. Trad. Victor-Pierre Stirnimann. São Paulo : Iluminuras, 1994.

Silva, Denize Ferreira. « Ninguém : direito, racialidade e violência ». Meritum. Belo Horizonte, vol. 9, n.1, jan.jun 2014.

Soares, Angélica. Gêneros literários. São Paulo : Editora Ática, 2007. Digital Source.

Sófocles. Antígone. Trad. Trajano Vieira. São Paulo : Perspectiva, 2009.

Steiner, George. Antigones. Antigones. How the Antigone Legend Has Endured in Western Literature, Art, and Thought. New Haven e Londres : Yale University Press, (1984) 1996.

Sztutman, Renato. O contra o estado e as políticas ameríndias. Algumas meditações clastreanas.. Manuscrito.

 

FILMOGRAFIA

Haynes, Todd. Superstar. The Karen Carpenter story (1983).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s